image

A televisão brasileira é uma das que mais se destaca em todo o mundo, tanto pela qualidade quanto pela quantidade de suas produções. Isso é resultado do talento e do esforço de milhares de profissionais. Dentre todos eles, uma classe se destaca: os designers, que são responsáveis pela criação, planejamento e execução das marcas, vinhetas, cenários, legendas, cartelas e tudo mais que compõem a “embalagem” de um programa e de um canal. O objetivo desses profissionais é fazer com que o telespectador identifique rapidamente a que atração está assistindo e descubra do que ela se trata. Em vários casos, essas peças visuais ajudam até a elevar a audiência dos programas.

Desde quando a TV começou no Brasil, em 1950, os designers (mesmo que eles ainda não levassem esse nome) criam peças fantásticas e que permanecem firmes na lembrança de muitas gerações, a começar pelo indiozinho da TV Tupi, que ocupava as telas durante boa parte do dia e, à noite, desejava, cantando, “um bom sono pra você e um alegre despertar!”.

Em tempos de aumento da concorrência (que não vem somente dos outros canais de TV, mas também de outras mídias como a Internet, por exemplo), cresce cada vez mais a preocupação das emissoras de que as suas identidades visuais sejam claras, diretas e inovadoras. Por causa de tudo isso é que o designer e pesquisador Fernando Morgado ministrará a palestra “Design na TV: desde o começo”, no dia 16 de setembro, às 19h30min, no auditório da ESPM/RJ. Fernando fala que esta palestra vem para mostrar a história das grandes redes de TV do Brasil com um novo enfoque: “Essa é a oportunidade que os profissionais da área e os telespectadores têm de saber o que está por trás dessas marcas que fazem parte das nossas vidas há quase 60 anos”.

Na palestra, Fernando Morgado fala, dentre outros assuntos, sobre o nascimento do indiozinho da TV Tupi, do trabalho de Hans Donner, além de mostrar imagens raras de todas as emissoras. “A Rede Manchete, por exemplo, deixou um grande legado nesta área, investindo em equipamentos de ponta e realizando diversos trabalhos marcantes”.

Para o palestrante, a TV Excelsior é um caso especial. Ela foi a primeira a ter um sistema de identidade visual integrado e planejado. “Isso estava em sintonia direta com as mais modernas técnicas adotadas pelas maiores emissoras de TV no mundo. A Excelsior foi pioneira em muitas coisas: foi a primeira a ter telenovelas diárias, por exemplo. As outras redes só viriam a fazer o mesmo tempos depois”.

O designer Fernando Morgado é também colaborador do jornal “Grande Tijuca”, colunista do portal “Tele História” e responsável pelo site televisionado.wordpress.com. Ele criou, dentre outros projetos, as marcas comemorativas do “Grande Tijuca” de sexto e sétimo aniversário, além de ter realizado uma entrevista com o famoso radialista Washington “Apolinho” Rodrigues que foi capa da edição de março deste ano do GT.

Serviço
Palestra “Design na TV: desde o começo”
Dia 16 de setembro, terça-feira, às 19h30min
Auditório da ESPM/RJ
Rua do Rosário, 90, 11º andar – Centro – Rio de Janeiro/RJ
Próximo à Av. Rio Branco e às estações Uruguaiana e Carioca do Metrô


Reportagem publicada na edição de agosto do jornal “Grande Tijuca”